Oração ao amor que acabou


Que, um dia, ao nos encontrarmos em qualquer lugar nesse mundo tão grande, e tão pequeno quando quer ser, possamos nos abraçar e dizer para o outro: Que bom que esteja bem.



Que você fique em paz. Sobretudo, que jamais me esqueça. Mas, que essa lembrança seja só a fonte de inspiração que precise para seguir em frente. Que o nosso amor seja a referência de quem ousar dizer que te ama. Porque o seu, para mim, já é. Depois de você, não aceitarei nada menos do que você me deu. Nenhuma história a menos daquela que doamos ao mundo. Nosso amor, cumplicidade, parceria.
Que você fique bem. E no bem que te façam, eu fique bem em saber que alguém, além de mim, também sorri enquanto você se arruma, atrasada, pra qualquer coisa que faça.
Que você beije muito. Muitas bocas enquanto puder. E se quiser, beije mais. Mas, que saiba reconhecer entre elas o desejo e a verdade que tínhamos enquanto nos beijávamos.
Que você viaje além das fronteiras. Novas viagens que sonhávamos juntos fazer. E que durante essa jornada alguém segure a tua mão com apreço e afinco, demonstrando a preocupação que tinha e a vontade de cuidar, que era pra que a gente não se perdesse um do outro.
Que a gente se perdoe. Pelas lágrimas que derramamos na saudade de tentar salvar aquilo que já não conseguíamos mais tocar com o coração. Que a culpa, se transforme em admiração.
E que, além de tudo, todos os dias, antes de dormir, possamos pedir a Deus um pelo outro. Para que Ele nos livre de todas as coisas ruins e pessoas ruins. Para que Ele seja justo ao ponto de nos entregar alguém diferente de nós, mas que nos mantenha nessa sorte de saber estar com alguém que valha a pena, como sentíamos ser um pelo outro.
Que, um dia, ao nos encontrarmos em qualquer lugar nesse mundo tão grande, e tão pequeno quando quer ser, possamos nos abraçar e dizer para o outro: Que bom que esteja bem.
Que possamos seguir. Sempre em frente. Amém.




Edgard Abbehusen

A pagina foi criada pelo escritor Lucas Corrêa, nascido em 08/05/1995, cheio de vontade de escrever e passar sentimentos, Lucas começou a escrever em pequenos pedaços de papel e sentia que devia compartilhar para alguém e no dia 21 de Setembro de 2016 criou a pagina Filho de Capitu, que em menos de 4 meses conseguiu 100 Mil curtidas no Facebook e conquistou um grupo de pessoas apaixonadas pelos seus escritos!