Ciume na literatura


Machado de Assis 
 Abordando novamente o tema sobre o ciume só que dessa vez um pouco diferente (se você ainda não leu o outro post sobre ciume, clique aqui e leia antes desta). 
 Como esse  assunto é muito intrigante e intenso, muitos autores usam desse tema como parte central de suas histórias, colocando a paixão e o ciúme como um tema muito "atraente" para os leitores.
 Confira alguns livros com esse tema e que são considerados obras primas:




1.Otelo

 Otelo era um general tolerado por ser um grande militar, porém, pela cor de sua pele é alvo constante de racismo e rejeição pelos venezianos. Sabendo disso, inconscientemente adota uma postura impulsiva e grossa, por se sentir constantemente ameaçado e inseguro. E até com Desdêmona sua mulher, ele adota essa postura grosseira.
 Por conta de sua insegurança, Otelo acaba desconfiando que sua mulher tem um caso com Cássio, e o ciume vai se intensificando ao decorrer da história...   Para saber mais, leia o livro é obvio.
 E dessa história se origina a frase icônica "o ciume é um monstro de olhos verdes".






2.São Bernado

 A história começa contando que o Coronel Paulo Honório está a procura de uma mulher para que possa lhe dar um herdeiro. Então decide se casar com a filha do juiz, e no meio do caminho, enquanto estava indo pedir a mão da filha do juiz. Ele acaba conhecendo outra moça chamada Madalena, e com ela se casa.
 Mas no decorrer da história, Paulo desconfia de sua mulher por conta de sua postura generosa e por ser uma mulher de atitude. Com isso ele acaba cada vez mais depreciando sua parceira até que... bom, vai ter que ler pra saber.
 Uma frase marcante do livro é "Sou um aleijado. Devo ter um coração miúdo, lacunas no cérebro, nervos diferentes dos nervos dos outros homens. E um nariz enorme, uma boca enorme, dedos enormes."  e só lendo você entenderá o porque desta frase ser tão marcante."


3.Dom casmurro

 Bom, com certeza você deve saber que foi inspirado nessa história que surgiu o nome deste blog(se não souber, não tem problema porque vai aprender agora).
 Um dos livros mais importantes para a literatura brasileira e que até hoje gera discussão sobre tal.  
 Afinal, Capitu traiu ou não traiu Bentinho?
 Bentinho e Capitu são criados juntos e acabam se apaixonando. Porém, por conta de uma promessa, a mãe de Bentinho o manda para o seminário para se tornar padre. 
 No seminário acaba conhecendo Escobar, que desde então tornou-se seu melhor e mais intimo amigo.
 Depois de um tempo os dois largam o seminário e se casam. Escobar com Sancha e Bentinho com Capitu.
  Após um tempo, Escobar acaba morrendo e a partir daí, Bentinho começa a desconfiar de uma suposta traição por conta de sua mulher e vê muita semelhança de seu amigo falecido Escobar em seu filho Ezequiel.
 ''E com uma letra bem pequena, lá estava escrito no seu epitáfio: Tentou ser, não conseguiu; tentou ter, não possuiu; tentou continuar, não prosseguiu; e nessa vida de expectativas frustradas tentou até amar… Pois bem, não conseguiu, e aqui está." com toda certeza uma das frases mais marcantes do livro.






E aí? Gostou das dicas? tem algum outro livro que ache importante citar aqui no post? Comenta aqui em baixo o que achou e se acha que faltou algum livro. Não esquece de compartilhar e marcar seus amigos.
  E lembre-se que o ser humano gosta de complicar as coisas, é só uma brisa, quem sabe ela bagunce teu cabelo, quem sabe te acaricie o rosto, quem sabe, quem sabe…





Via: Google, Wikipedia, Pensador.
   



Por Alec Xavier Silveira
Filho de Capitu é uma Marca CAPISTORE. Tecnologia do Blogger.